Roubos Na Rede

Sou escritor e no decorrer de vários anos fiz pesquisas no Google, para verificar se termos, títulos e trechos de obras que eu ainda iria publicar, já existiam ou se eram originais, e dos que não existiam logo passaram a existir – viraram títulos de discos, de filmes, viraram propaganda, foram parar em novelas e na boca de apresentadores famosos, além de uma série de outras finalidades.

Não lembro de todos, e de momento são esses que me vêm à cabeça:

-Nascido no Campo e Criado na Periferia (disco do Luan Santana – e o próprio Luan Santana deu entrevista dizendo que o título não era dele);

-Gotas do Meu Céu (disco de uma cantora de anos atrás, não lembro o nome dela – dei esse título para o folheto de uma poetiza em 1991);

-Nada A Perder (filme sobre bispo Macedo);

-Onze22 (música, acho que título de álbum);

-Terra Sem Cep (álbum de disco);

-Encherte-ei de Porrada (anúncio do SBT sobre programa que não apresentou – franca provocação);

-Vi Ela Na Viela (anúncio do SBT sobre programa que não apresentou – provocação);

-Pousando no Quintal do Vizinho (anúncio do SBT de programa que não apresentou – provocação) – esse texto pode estar registrado na SBAT e foi montado em teatro com alunos;

-A Confusão do Arco-Íris (anúncio do SBT de programa que não apresentou – provocação) – esse texto pode estar registrado na SBAT;

-criança menina vê pênis duro do namorado com a mãe na cama (usaram para fazer um filme faz tempo) – esse texto pode estar registrado na SBAT;

-existem outros textos registrados na SBAT que foram usados e que já nem lembro mas, como eles foram registrados e deixados disponíveis para o público ver, não sei até que ponto podem ser considerados “influência”;

-caso Banda Podre da polícia federal (é um termo conhecido mas deve ter alguma relação com os demais desta lista, e duvido que foi a polícia que deu esse nome – talvez algum assessor ou agência que presta serviço);

-oficina Tá Quase (oficina cultural de São Paulo, mas tudo indica já trocaram o nome);

-“beijando sapos” (fala de novela da Globo);

-“sucursal do inferno” (fala de novela da Globo);

-“o casamento é o consórcio do fracasso” (fala de seriado da Globo);

-“capeta me pedindo o login para entrar na fornalha do inferno” (algo assim) (fala de novela da Globo – Sétimo Guardião);

-“eu já fui linda um dia” (fala de novela da Globo – A Dona do Pedaço);

-“a polícia atira na cara e põe nas costas da gente” (matéria do jornal da Globo apresentado por Willian Wap);

-atores presos por simularem assalto na rua (matéria do jornal da Globo apresentado por Willian Wap);

-assinou autógrafo com a assinatura do documento e a usaram para sacar seu dinheiro (matéria do jornal da Globo apresentado por Willian Wap);

– um ator simula ataque cardíaco como pegadinha na rua e um cidadão com problema do coração se assusta e de fato tem um ataque fulminante (matéria de jornal provavelmente apresentado por Willian Wap), mas talvez algo assim pode ter ocorrido na realidade;

-um magnata, após ter comprado 1 milhão de revistas para se inscrever e entrar num reality-show, após ter entrado e, já saindo dele como vencedor, a primeira notícia que recebe de fora é que enquanto participava do programa suas empresas foram à falência (creio que foi na Globo mas não lembro quem, é mais provável que foi num jornal e talvez Willian Wap);

-“pobreza romântica”, talvez o termo seja conhecido mas quando o pesquisei não o encontrei, depois foi parar em um jornal (provavelmente da Globo);

-“Todas as Mulheres do Mundo”, algo da Globo, e eu tinha pesquisado “Todas as coisas do Mundo”;

-William Bonner também me roubou, mas nem lembro mais como foi. Sei disso porquê, a exemplo de Willian Wap, após apresentar o roubo em seu programa ele fez uma cara de afronta para a câmera, como se estivesse me ameaçando;

-Ratinho (SBT) em seu programa obrigou um humorista a fazer uma piada com roubo de minha pesquisa (não lembro o conteúdo roubado mas, o humorista, fez a piada explicitamente constrangido), depois fez cara de afronta para a câmera e, para deixar bem claro que era comigo, imitou um gesto que fiz num vídeo;

-“O mundo é um hospício e eu trabalho na portaria”, Tom Cavalcanti em um programa humorístico;

-1999 (eu pesquisava sobre o título de um texto que escrevi em 1999 mas não registrei; Fábio Porchat usou o termo em franco deboche – provocação);

– “ Não quero que reconheça, quero que pague!” (frase de personagem, acho que da Globo) – apenas provocação com um conteúdo que faz parte de uma antiga publicação minha;

– “FUNERÁRIA ETERNIDADE – SERVINDO BEM E PARA SEMPRE” ou “CEMITÉRIO LIBERTAÇÃO – SEJAM BEM-VINDOS E VOLTEM SEMPRE” (foi algo assim, roubo muito antigo), apresentado no programa de Jô Soares, e ele estava muito excitado quando fez isso;

-já no caso de Tiago Leifert não acredito que o que ele pegou de minha pesquisa possa configurar roubo, pelo que me lembro e vi, todavia ele também pegou conversas e elogios privados que tive com garotas do Tagged e transformou em mídia (no Tagged uso pseudônimo e minha página não está em rede aberta mas ele deve ter chegado ali devido a um convite automático que o Tagged enviou para meus contatos e, embora do que eu saiba ele não esteja na minha lista de contatos, nesse caso alguém de sua turma está e passou a conta para ele), pelo que entendo isso além de roubo é também invasão de privacidade mas, neste último caso, afinal de contas quase tudo que estou relatando aqui é também invasão de privacidade;

-no Tagged também houve roubos de minhas conversas e elogios privados por parte de outras fontes tais como agências de propaganda e eu não duvidaria que dentre estas Tiago Leifert tenha a sua ou seja sócio de uma, daí perante eventuais acusações ele põe a agência na frente, de um CIC ele vira um CGC;

-um dilema: eu nunca me importei que utilizassem minhas publicações como “influência” para a produção da mídia mas, quanto ao Tagged, como fiz postagens num espaço em que elas ficam pouco tempo e depois são apagadas naturalmente, minha “influência” não pode ser comprovada, foi por exemplo o que ocorreu quando ali escrevi “O bruto vê carinho como choque” e virou uma ótima cena de novela; uma pergunta: serão os “influenciados” também os “ladrões”?

-quanto ao meio publicitário setores dele usaram minha pesquisa para diversos fins como eleger políticos, fazer campanhas de “conscientização”, divulgar conteúdos “sensibilizadores” para seus contratantes bem como evidentemente vender mercadorias diversas (inclusive cultura e literatura) todavia, em maior parte dos casos, maquiando os roubos, ou seja, trocando algumas palavras mas mantendo a mesma idéia original, nesse caso vi de tudo desde a televisão a outdoors e cartazes, revistas e jornais, inclusive vi também uma junção de agências de propaganda que fizeram isso – ao que me lembre estão dentre os primeiros que começaram a saquear minha pesquisa no Google e isso foi a tantos anos que, quando passei a me dar conta, fiquei tão chateado que não anotei quando ocorria, o mesmo tendo ocorrido com diversos outros setores e pessoas da mídia.

Portanto a lista seria muito maior do que a que apresentei, em boa parte com objetivos de lucros ou valorização de produtos ou programas, embora no caso de Jô Soares, Pedro Bial, Silvio Santos, Danilo Gentili, Porchat, entre outros, tanto nada lucraram com isso quanto não acredito que quisessem valorizar seus programas – foi o mesmo que ocorreu com propagandas do SBT ao divulgar títulos meus como nome de programas que nunca foram apresentados, livros que nunca existiram, dentre outros –, eles o fizeram tanto para demonstrar seu poder em um país de ladrões quanto sorrindo em seu narciso como se, não satisfeitos em me ter como vítima e cobaia, também me quisessem como cúmplice (até parece que ficam esperando eu ligar a televisão para me mostrar isso – estou chipado).

Um aspecto merece atenção: existe uma combinação entre todos os roubos de acordo com o modo com que foram organizados: não houve repetição de roubos de um para outro ambiente ou pessoa, e vários deles se deram por pessoas ou empresas que são rivais declarados – talvez até estivessem me usando para tentar união entre todos. Que eu saiba a Record nunca me roubou, mas quem deu o título ao nome do filme sobre o Bispo Macedo me roubou. A Band nunca me roubou.

Havendo então atores diversos que em seus personagens interpretaram com textos roubados, tais como Elizabeth Savala, Lília Cabral e Juliana Paes, é claro que não tinham, absolutamente, a menor idéia de que os textos eram roubados, são pessoas de alto rigor ético e foram enganadas pensando que os textos foram criados por autores locais (por falar nisso duvido que os autores das novelas roubaram, eles além de ter uma reputação a zelar também têm seu orgulho próprio, enfim, foi alguém dali de dentro que enfiou os roubos em seus textos, talvez um colaborador ou qualquer um com influência suficiente para fazer sugestões podendo muito bem ser Jô Soares);

Boa parte dos termos, títulos e trechos que foram roubados, não são originais, mas se fosse possível juntar todo quebra-cabeça haveria, ao meu ver, a possibilidade de compor um panorama de roubos. A questão é: seria possível levantar minha pesquisa no Google? Com toda essa gente e grupos envolvidos? Também: em 2004/2005 já havia ocorrido roubos, justamente quando fiz lançamentos de literatura.

Muitos da mídia sabem disso e muito mais, mas preferem se calar. Oras, mandem um email anônimo para mim dando qualquer tipo de informação pertinente.

Esse aqui é o Brasil. �7 ��3H

Google     propaganda        televisão        marketing      políticos     eleições     SBT          Globo            Nascido no Campo e Criado na Periferia           Luan Santana            Nada A Perder         bispo Macedo        Onze22        Terra Sem Cep    Gotas do Meu Céu        caso Banda Podre         Jô Soares        Tiago Leifert       Ratinho (SBT)         Tom Cavalcanti          Pedro Bial         Silvio Santos        Danilo Gentili      Willian Wap        jornal da Globo           William Bonner        Jornal Nacional           Fábio Porchat        Sétimo Guardião          Elizabeth Savala       Lília Cabral        Juliana Paes         A Dona do Pedaço

-Recebi um email anônimo dizendo que vários dos roubos foram praticados por maçons do Brasil. Então, ou um farsante quer prejudicar a maçonaria ou, se a informação procede, como vai ficar quando os maçons honestos do Brasil e a maçonarias de outros países descobrirem? À propósito, será que a central do Google nos EUA está sabendo dos roubos?

-Danilo Gentili. Você usou o termo “a distância entre nós dois”, pegou da minha pesquisa; por acaso estou atrapalhando sua transmissão?; ou quer me afastar do seu programa porquê teme que a concorrência saiba de seu deplorável desempenho através de mim?; talvez seja apenas provocação de quem quer ser enrabado (à propósito, você tem, tal como vários dos outros ladrões enrustidos, uma mulher?, ela sabe de seu desejo por homens?, e quem é essa coitada que tem coragem de ficar com um cara tão inóquo?, ela deve ter um grave problema na cabeça.)

-Existem diversos outros termos roubados de minha pesquisa que andei vendo na tv com produções brasileiras tal como “entre o hospício e a delegacia” e inclusive do que pesquisei outros autores anônimos como “saudade de mim” etc etc – eu falei “produções brasileiras” porquê, até hoje, só vi roubos sendo cometidos da parte destas, ou seja, brasileiro roubando brasileiro.

-A prática de roubar pesquisas no Google não é nova, filmes já foram feitos com base nisso. Quando começaram a me roubar tentei ver isso como coincidência mas, depois de tantos anos sofrendo mais tantos roubos, concluí que não poderia ser tudo coincidência, além do mais as zombarias descaradas que vi de gente da tv, e que volta e meia retornam, deixam bem claro que a coisa é comigo.

João Murdoque Jr

23 comentários em “Roubos Na Rede

  1. Caro João, eles te pegaram para cristo. O Jô Soares sempre foi um nojo, um estrevistador que não deixa entrevistado falar, um homossexual que por quase toda vida se fez de hetero e dava até o nome de sua mulher (Flavinha, na real sua babá) – alguém alguma vez acreditou que esse cara era hetero? Bial está na fase da auto-afirmação, ainda quer ganhar as menininhas, não respeitou nem a mãe de seus filhos. Leifert é psicopata falso sociável, não tem sentimentos nobres nem escrúpulos, se finge amigo de ricos e poderosos em busca de dinheiro e poder. Porchat representa os gays ressentidos, qualquer dia vai mexer com o hetero errado e daí já era. Gentili é escroto e se tem mulher é interesseira. Ratinho não fala, vomita – ele tem um problema fácil de ser resolvido, tal como outros: quer ser enrabado. Silvio continua com seu grave dilema de ser enrabado sem ser flagrado pela fama, afora isso só faz presença sem substância. Tom Cavalcanti não cria e só imita, em relação a ele Chico Anísio disse que imitadores são duvidosos. Willian Wap é rico, está se lixando para o que ganha na TV, é preconceituoso. Willian Bonner tem péssimo gosto, não sabe nem escolher música quanto menos dançar, ainda bem que a Fátima se separou dele. Bispo Macedo é de charlatão para pior, não foi atõa que foi preso. CPIs quando não dão certo é para benefício de poderosos. Os Inconfidentes eram maçons, houve traição entre eles. Tem agências de propaganda no jogo do poder político, promoveram anulação de debates entre candidatos para eleger seus pagantes. Cara, você está assediado pela pior raça da mídia e, considerando o poder envolvido, tudo aponta a velha questão desse país: ladrões imperam desde que o Brasil foi descoberto, ladrões numa boa parte da elite social e política que nada mais é que uma máfia. Se puder, vá embora daqui para o exterior e, se você lá fora contar o que ocorre aqui, os ladrões que te roubaram vão gostar, eles querem má imagem do país para afastar investidores estrangeiros de modo a ficar tudo para eles.

    Curtir

  2. Em seu programa Jô Soares era cheio de dar lição de moral em miseráveis, grandes artistas em dificuldades de carreira, drogados que nem sabiam o que estavam falando e outros caídos, e pagava pau para quem fosse rico ou estivesse no poder independente de empresa ou partido, como todo pelego era também cobarde; Silvio Santos não admite que alguém brilhe mais que ele (bosta também brilha), certa vez o Raul Seixas esteve no programa dele e começou a tomar conta da platéia deixando Silvio perdido – atualmente, sempre que fãs do Raul mencionam isso na rede o SBT apresenta uma edição daquele dia com as piores tomadas do Raul e colocando Silvio lá em cima, filhos da puta, porquê não põem o programa na íntegra?, são tão cobardes que detonam a imagem de um homem que nem pode se defender (se liga, hein Silvio, com sua mania de ir cortar cabelo sem segurança qualquer dia pode cruzar com algum fã radical do Raul); o Bial foi numa guerra cercado de seguranças e não chegou nem perto dos tiros, voltou se fazendo de herói de guerra; Leifert tem uma voz tão desagradável que não entendo como pode apresentar programa de música com cantores e jurados de vozes maravilhosas; quanto a questão dos roubos é bom lembrar que o governo vive fazendo discursos contra ladrões, também os políticos e muitos da mídia (inclusive destes que estão na lista), todavia não vi nenhum deles e nem mesmo os honestos falando qualquer coisa acerca de roubos na rede que é questão tão atual quanto proteção de dados.

    Curtir

  3. Indo na onda de que não houve repetição nos roubos observo: cada roubo é a cara de para quê ou aonde ele foi parar. Por detalhe reparei que os roubos que o SBT praticou não foram para lucrar mas para ostentar enquanto, para quase todo o mais, foi para lucrar ou valorizar conteúdos (com excessão por exemplo de Jô Soares que, inclusive, trabalhou no SBT, e até hoje não entendi porquê é que a Globo trouxe ele de volta tanto quanto, não entendo, porquê é que Pedro Bial e Tiago Leifert continuam lá, os três são uma tríade de desgraça na tv), enfim, tudo aponta mesmo para algo coordenado e, se foi por Jô Soares (o veado é falso e sempre foi covarde, disse que na ditadura ajudou perseguidos mas se isso ocorreu nunca vi depoimento de ninguém nesse sentido e, mesmo que tenha ocorrido, foi feito na segurança de quem tem costas quentes e pela conveniência de fazer média com intelectuais de esquerda em função propagandista no futuro, todavia se os militares lhe pegam ele entregava todo mundo, depois da ditadura ele voltou com tudo e para uma odiosa carreira de humor – nunca lhe achei engraçado fazendo humor – e depois ainda seu deplorável programa de entrevistas no qual sempre que possível dando tapinhas de bravinho na mesa quando tinha a oportunidade de bancar o machinho diante de cérebros deteriorados e, quanto aos seu “quinteto”, eram tratados como se fossem crianças para satisfazer a bicha que, além do mais, é pedófila e, pedofilia, não é somente abusar de crianças, é também obrigar adultos a serem crianças), já passa da hora do destino celar a boca da bicha velha.

    Curtir

  4. Querido. Você sofreu demais e precisa de um relax. Sou profissional de relaxamento e também tenho alguns atributos (altamente) íntimos os quais podem te beneficiar muito. Farei contato por email e para você faço uma vez de graça desde que divulge meu telefone. Um beijo carinhoso no seu…

    Curtir

  5. Atuo com bruxaria e em minha consulta vi que consequências já ocorreram para alguns ladrões em decorrência desses roubos, mas eles não dirão isso publicamente por vaidade e, aqueles que ainda não foram vitimados, vão pagar aqui ou do outro lado sendo lá bem pior. Claro que, para parte deles, como o Bial e outros ateus (existem ateus que não sabem que são ateus), isso nada representa mesmo quando se ferram ainda encarnados mas, ao chegar lá, eles entendem de um modo ou outro. Jô Soares conseguiu fazer boa imagem com sua pele de cordeiro mas, do outro lado, sinceramente, é bem triste o que vai ocorrer com ele, lá será para ele tudo solitário e árido, ele terá de viver a inteligência baixa. Frequentemente prefiro ver o lado positivo, fazer as pessoas se sentirem bem, mas entendi a vibração disso aqui e por isso essas palavras. Paz para a vítima e, se possível (num país tão injusto), alguma justiça.

    Curtir

  6. O governo gasta fortunas com a propaganda e outras mídias, divulga ações que não saem do papel tal como a presumível volta para suas origens de refugiados que continuam por aí e inclusive chamando outros para vir, são facilmente vistos tanto em empregos formais quanto em barracas nas ruas onde é proibido comércio vendendo mercadorias que embora boas não têm nota fiscal, ou seja, estão aqui ilegalmente vendendo em locais ilegais produtos ilegais de modo ilegal, conversei com alguns deles e tinham até faculdade, super educados e tal, mas não são daqui, nós não somos ricos para os receber, temos nossos probemas de desemprego, de saúde, de assistência, de aposentadoria, de infra-estrutura, de alagamentos e secas. Quanto à questão do João, se campanhas políticas contaram com roubos de conteúdos intermediados por agência(s) de propaganda (meio privado) levando candidatos ao poder (meio público) bem como se houve nominações de ambientes públicos com conteúdos roubados (o que pode ter sido serviço terceirizado de meios privados), seria bom apurar tudo isso para que a bomba vá parar nas mãos do judiciário bem como em setores confiáveis da mídia (oras, a mídia tem concorrência, os confiáveis pagam profissionais para fazer criações e registram em carteira e pagam impostos enquanto ladrões midiáticos além de dar prejuízo aos roubados deixam de contratar trabalhadores), porquê só mesmo com artilharia pesada para que esses ladrões, não que vão criar vergonha na cara porquê isso eles não têm, mas fiquem mais contidos diante de seus apetites danosos e sua vaidade em status (sim, roubar nesse país é questão de status, é demonstração de poder), e claro que caso a coisa complique para eles são capazes de acionar trincheiras de advogados e até mesmo dizer que são cleptomaníacos, daí não são mais bandidos, são doentes, mas isso um psicólogo experiente e idôneo desmascara e, se eles insistirem que são doentes, podem ir presos como bandidos e dar entrevistas atrás das grades se dizendo doentes, atrás das grades é o local adequado para eles entrarem para o rol da posteridade, é esse tipo de gente que ainda se pode encontrar no Brasil e minha curiosidade é saber, para além dos nomes apresentados na lista, quais são aqueles ocultos nos bastidores.

    Curtir

  7. A maçonaria atualmente é organização econômica. Roubos do google em países evoluídos já gerou casos judiciais que foram ganhos pelas vítimas. Quanto à vida de Jô Soares (a real, não a fictícia que ele inventou e inclusive querendo se convencer de ser verdadeira): sua mãe foi boa mulher, seu pai foi ladrão e ele puxou essa tendência do pai e inclusive querendo superá-lo no auto-engano de que isso seria ser macho dominante demtro do modelo hetero embora tendo desejos de gay acobertado, contudo já praticava roubos desde menino (roubava lanches de seus colegas de escola os quais não precisava porquê já tinha suficiente, roubava apenas por hábito e gula, e também roubava objetos do pai que achava isso lindo) e cresceu como enrustido ao quadrado: ladrão e gay, e já a partir do momento que sua carreira artística passou a lhe exigir mais ele começou a pautar vários de seus textos em roubos no que sentia um particular prazer (e ainda sente) em roubar heteros como forma de se vingar de quem nunca lhe desejaria e, com o tempo, também a roubar gays por perceber que também jamais lhe desejariam, assim desenvolveu a mentalidade de que roubar seria forma de ser adulto e respeitado e bem-sucedido dentro de certo padrão-Brasil que defende ferrenhamente que ladrões têm mais probabilidades de crescer que os decentes o que evidentemente merece certa análise, e já quanto à sua prática sexual propriamente dita foi na adolescência que Jô Soares pagou os primeiros michês o que não foi problema para quem sempre teve dinheiro (esse negócio de que “fui pobre” é conversa fiada dele e basta ver que não sabe como conversar com pobres além daqueles puxa-sacos treinados para lhe aguentar, em qualquer quebrada lhe usariam para fazer o fogo das refeições), seguindo a pagar michês logo chegou o aperto do velho dilema de ser perseguido pela fama e essa prática íntima foi se tornando mais espaçada tendo de ser bem planejada – os períodos em que ele se afastava dos holofotes eram tão somente para dar o cu escondido e sempre pagando (nunca, em toda sua vida, ele conseguiu um amante que lhe desejasse deliberadamente, sempre foi pagando e, recentemente, talvez devido a divulgações acerca de sua sexualidade, em sigilo algumas fontes disseram que ele andava querendo pagar alguém para declarar publicamente que tinha sido amante “deliberado” dele numa grande paixão – toda a vida desse cara é uma farsa) –, contudo em termos de assumir publicamente a homossexualidade foi somente mais velho e a partir daí ele também soltou-se de modo quase descontrolado rumo aos roubos contra heteros o que foi bastante acionado pela revolta de não mais poder dar o cu devido a problemas que surgiram em seu anus e no rectum, essa intensificação dos roubos pode ser interpretada como uma espécie de patologia como se ele tivesse se auto-imposto uma cota de roubos que precisa quitar antes da morte bem como por uma espécie de exemplo presunçoso que ele quer dar para seus discípulos tal como o Porchat que lhe copia em basicamente tudo sendo outro que também paga para ser comido – ambos são do tipo que querem se convencer de que pagar para ser comido é coisa de rico chique de Primeiro Mundo e, para muita gente, é mesmo.

    Curtir

  8. Silvio Santos gosta mesmo de ser currado. Me lembro da década de 90, atores se dispunham a comer o homem por um papel no sbt, ademais não se pode esperar muito de sua empresa em que o próprio dono dá o exemplo de roubar, mas voltando à questão das curras e também pegando deixas ditas anteriormente fico pensando como é ser viado velho com o rabo enrugado mas, afinal, ninguém come Silvio Santos por desejo faz tempo, isso foi no passado quando ele era jovem (alguém já viu fotos dele na juventude fazendo programa?, uma menina), agora virou tudo interesse (lembro do ano 2000 quando ele entrevistou um jovem atraente, a bicha velha não conseguia se conter), entretando e de novo pegando as deixas ditas anteriormente dá mais pena dele que de todos os gays famosos porquê é o mais perseguido pela fama e fica mais difícil dar o cu sem que ninguém saiba embora, na minha opinião, acho que viado tem de ser homem e admitir que é viado, esses caras que escondem são esquisitos, seja como for é numa fazenda altamente protegida onde ele consegue se soltar e aliás muitas vezes acompanhado pelo Ratinho, é lá que os michês chegam para lhes enrabar e sorte dos dois ter seguranças fiéis que jamais contam embora segundo relatos sigilosos de michês que lá estiveram e que não são loucos de revelar suas identidades os dois são enrabados lado a lado e por vezes se olham na hora do orgasmo, e ainda segundo relatos dos michês recentemente os dois convidaram Danilo Gentili devido à devoção que este sempre demonstrou por membros masculinos e ainda por cima gosta muito de engolir esperma e, este confessou aos dois cúmplices, no camarim antes de entrar em cena ele costuma fazer uma chupetinha em algum de seus michês de plantão no que foi pelos dois experientes advertido sobre o perigo desse tipo de aquecimento vocal que pode deixar vestígios na boca ao entrar em cena, atualmente devido à frequência de Danilo junto aos dois parceiros de intimidades eles andam, depois do gang bang a que fazem questão de se submeter, avançando em seus momentos de conversa em função de soltar toda carga que é esconder a própria viadagem socialmente e também contam sobre suas aventuras sexuais em autonomia íntima quando dão o rabo sozinhos sendo que Ratinho, de acordo com sua narrativa, é o mais compulsivo e se solta dos modos mais bizarros no que seus dois comparsas o estimularam com palavras enaltecedoras como o fato de que pela anatomia ele deve ter um cu gostoso só não dizendo o quanto sua cara é horrível, mas deixando de lado tanta modenidade sexual quando à mentalidade o Ratinho quer que o Paraná volte para a época do coronelismo, quiçá o Brasil, porquê quer um país atrasado onde sua presença e de seus iguais possam imperar à vontade sobre a ignorância, ele representa a pior vergonha do Paraná o qual quer transformar no quintal de sua fazenda e já Silvio e Gentili são mais urbanos querendo transformar o país no seu quarteirão fechado em que a única tv que pode existir seria o chato do sbt que só produz lixo e só compra de fora o refugo da globo, portanto nós aqui em nosso modesto espaço tentando pela luta de evitar os três para todo lado como na tv e nos cartazes e na política e na corrompinião do público cego pedimos que uma turma de bens dotados por favor comam-lhes os rabos de modo maximamente acintoso e quem sabe vários os comendo agressivamente por muitas horas numa espécie de gang bang multiplicado lhes sosseguem ao menos um pouco mais a ponto de ao menos diminuir sua presença e desopinião e assim também, quem sabe, diminuir seus roubos em cima de trabalhadores.

    Curtir

  9. Se em termos “normais” a morosidade da Lei neste país já é grande (recentemente recebi indenização num processo que foi acionado pelo meu falecido bisavô que sequer conheci pessoalmente) quando há processos envolvendo ladrões poderosos os quais alguns são donos de empresas que contam com andares inteiros cheios de advogados para defender e protelar processos contra eles isso pode durar quase indefinidamente e, caso seus concorrentes utilizem uma infantaria pesada conseguindo romper suas defesas em alguns processos, eles se enchem de novas e ainda mais defesas e se preciso até usam seus políticos paus-mandados para mudar leis em função de anular tais processos, um motivo de tanto bloqueio deles é que se admitissem um roubo e tivessem de indenizar mesmo que para eles fosse uma merreca isso seria danoso não só para suas imagens mas também para as de suas empresas e principalmente quando atuam na mídia e, se mesmo com tanta estratégia alguns processos andarem e a coisa ficar delicada nos tribunais, eles podem usar um coitado de seus bastidores já morto como bode expiatório ou, caso seja possível, jogam a culpa em algum rival morto, ou ainda em qualquer pessoa envolvida que sempre teve uma imagem sinuosa como seria, para o caso do João, o Jô Soares que já anda sendo descartado ao passo que, por exemplo, o Silvio-instituição continuará rendendo mesmo depois de morto pelo quê profissionais farão de tudo pra manter boa imagem dele, isso explica porquê é que estes prestigiosos preferem gastar muito mais com advogados do que com indenizações. Ladrão não fica o tempo todo só pensando em como roubar, também guarda tempo pensando em sua defesa.

    Curtir

  10. No Brasil tem muito poderoso (e duvidoso) que gasta muito mais produzindo a inutilidade do que o funcional, o motivo de tanta inutilidade pode ser para esta encobrir a verdade sobre algum fato (duvidoso) que ele quer esconder ou, pelo lado do mercado, porquê inutilidade dura pouco e logo é preciso substituir, assim vivemos uma eterna substituição de (des)valores e mercadorias e, quanto à Justiça, é muito bonito ver as belas ostentações de leis a que os grandes Tribunais demonstram para o país e o mundo em processos de ricos mas, quanto aos pobres, isso raramente ocorre, e por outro lado tem leis que só ficam belas no papel quando, na real, são caça-níqueis do governo, são leis que “dão certo” porquê as multas funcionam bem no que em função disso fazem diversas campanhas positivas na propaganda (como dito pelos colegas – altas cifras para a propaganda) e se preciso fazem alterações nas leis para continuarem “dando certo” bem como fazem novas leis na expectativa de que “dêem certo” e, levando isso à questão de classe social, a diferença é que os ricos gastam mais com processos em tribunais até esgotar os recursos para em caso de perda de caso pagar multas enquanto para os pobres é melhor pagar multas sem passar pelos caros processos nos tribunais, e claro que existem leis que de fato punem exemplarmente através da prisão e inclusive ricos mas, do que a gente vê por aí (estou falando de experiência prática, conversas com pessoas reais, ocorrências presenciais), ainda tem muito rico sem ser punido enquanto tem pobre que vai preso sem poder pagar advogado para se defender e, muitas vezes, vai preso injustamente, depois o pobre-diabo sai da cadeia com ficha suja e dificuldade de arranjar emprego e assim a Lei destrói a vida de uma pessoa na base da demagogia do “deu certo” sem ter lhe dado real direito de defesa, eu mesmo já fui preso covardemente e saí da cadeia com muito custo para, aqui fora, passar ao largo de muitos anos muita humilhação e tortura, jamais tive direito de defesa e fui preso por um testemunho falso quando, ao ser preso, eu disse que queria dar minha versão dos fatos e que tinha uma testemunha que era verdadeira a meu favor mas, os policiais, até cortezes me disseram: “É a lei”, eles estavam dizendo: “É a lei que está agora na moda”, e os policiais quando falam estas coisas balançam as cabeças em negativa, eles ficam desacorçoados porquê querem prender bandidos e têm de ficar prendendo gente por conta de briga de família ou de quem a família quer se livrar ou de qualquer coisa que por vezes nem mesmo quem foi preso consegue entender direito, ao sair da cadeia fui falar com um advogado público e ele disse: “O governo prefere a multa ao invés do processo”, assim é isso que é esse país aqui dividido entre “valores” na teoria e “valores” na prática, o que é e o que parece, e ainda por cima aqui é arriscado falar a verdade devido ao (falso) politicamente correto, tudo em nome da pizza. Para encerrar, e voltando á questão dos roubos sobre o João, eu quero que esses ladrões ricos do c… tenham de encarar ao menos uma vez na vida a Justiça nem que seja a do demônio, e vão todos para a pqp, seus babacas.

    Curtir

  11. Caro senhor João. Consultei os meus orixás e vi que você precisa de uma limpeza espiritual. Basta me contactar que combinamos o preço. Serei sua estrela-guia para todos os seus problemas.

    Curtir

  12. Urgente. Estou vendendo duas motos e um caminhão na rua Lotação. Também um trator de última geração na rua Rabo Aberto. Todos com preço baixíssimo (sem emitir nota nem garantir chassi). Se não me encontrarem nas ruas acima me procurem na rua da Feira Aquela ou então pequisem Afrânio daquela que vão me encontrar.

    Curtir

  13. Conheci Ratinho (SBT) quando ele era garoto e garanto que ele aguenta bem, ele já dava o cu feito homem e quero que isso seja respeitado, como vários entendidos sabem atualmente ele paga para levar no rabo e se ele quiser estou disponível a preço justo lhe deixando depois do coito que ele assente seu rostinho no meu peito por 30 segundos (uma merda de rosto, que homem feio do caralho), esse não é o caso de Jô Soares que, vaidoso, quer seduzir – seduzir quem?, impossível –, esse aí sempre foi um saco de nada prolixo e falador compulsivo que conta uma história de sua vida que é uma estória, aposto que foi ele mesmo que coordenou os roubos contra o João (como dito: não houve repetição de roubos) contudo, aposto, os demais estavam conscientes de que eram conteúdos roubados e foram coniventes, são todos parasitas e Jô Soares bancou o parasita-Mor, ele representa o que há de pior em termos de mentalidade e em seu programa perante influentes era cheio de “meu amigo” isso e “meu amigo” aquilo sempre atrás de privilégios e nunca tendo conquistado algo por capacidade própria, nunca teve de lutar de verdade e não tem nada debaixo das pernas, tem um filho sofrendo dia e noite tão somente pelo karma do pai e no fundo não se importa com o filho, só pensa em “meu filme”, “minha obra”, “minha conta”, “meu ego”, “meu desejo”, “minha viagem”, é um p… no c…

    Curtir

  14. Tiago Leifert pertence à família dos Klabin, donos de uma grande fábrica de papel e celulose no Paraná, tradicional e respeitada família. O que será que eles vão pensar quando souberem que seu integrante famoso e ilustre é um ladrão covarde? E o que vai pensar a Claro, a Samsung, a Picpay, a Pantene e tantas outras às quais Tiago Leifert é garoto-propaganda ou patrocinam o BBB? E também, não sei se já foi mencionado, Tiago Leifert apresentando programa de música que exige sensibilidade? Oras, ele não tem qualquer sensibilidade, a gente olha na cara dele e só vê desejo por dinheiro, tanto quanto, em se tratando de programa de música, ser apresentado por alguém que tem voz de taquara rachada, é destoar demais, hein? Que horror. Houve um tempo em que os expoentes eram escolhidos pelo critério de empatia, de serem pessoas que o telespectador gostaria de receber em sua casa e de terem conhecimento na área em que iriam lidar, e daí a questão: Alguém tem vontade de receber Tiago Leifert em sua casa? Pode até ser que, como infelizmente ocorre, alguns equivocados queiram lhe receber em suas casas mas, pode apostar, só até o momento em que forem prejudicados ou, se forem ricos, só porquê não sabem que ele está ali tão somente por interesse de posição porquê claro que Tiago não vai prejudicar gente com poder e, quanto aos famosos, é lamentável que o elogiem em rede nacional, eu sinto vontade de visitar esses destacados e lhes oferecer uma amizade real, um carinho real, demonstrar para suas famílias um pouco de humanidade, compaixão, bem-querer, e não o que representa bem Tiago, uma máquina de manipulações e encenações falsas, alguém desprovido de qualquer desprendimento, correspondência ou identificação. Quanto aos demais ladrões apresentados na lista a questão, de modo geral, é a mesma: Como agirão os atores quando descobrirem que interpretaram texto roubado em seus personagens? Como agirão os artistas quando descobrirem que receberam títulos roubados para suas obras? Como vai reagir Luan Santana quando descobrir que deram título roubado para seu disco? E como agirão os políticos eleitos, para quem fizeram campanha com conteúdos roubados? Como agirá bispo Macedo, cujo título do filme sobre sua vida é roubado? Qual será a reação da Vanish para quem Fábio Porchat faz propaganda quando descobrir que ele roubou? Onze22, atualmente, é além de um disco de música também o nome de um festival de música e o de um edifício num bairro chique de São Paulo, e quem foi que deu este nome a eles?, qual será a posição da gravadora do disco e os organizadores do festival se forem abordados sobre isso?, o que farão os moradores do edifício quando descobrirem que moram num local cujo título é roubado?, certamente quem os nominou contou uma estória da carochinha acerca de “onze22” mas a única pessoa que sabe o que significa “onze22” é o seu autor João Murdoque Jr porquê enviei um email para ele contando sobre todos esses “onze22” e lhe perguntando de onde veio o termo “onze22” no que ele me respondeu que pensava que só tinham usado o título para uma música e talvez o título de um álbum mas não sabia que tinham lhe usado para outras coisas, e ele me disse que se eles nominaram tudo isso com “onze22” então devem ser eles a explicar o que significa “onze22”, ou seja, ele não vai revelar, vai deixar que se virem, vai deixar moradores vivendo num local cuja explicação para o título, se houver, é uma mentira qualquer, talvez uma superstição ou lenda que não corresponde à origem do nome. Quanto ao caso Banda Podre o que vão pensar os envolvidos quando descobrirem que uma CPI feita para moralizar utilizou-se de um título roubado? A mesma pergunta para todos os demais vitimados sejam pessoas, grupos, governos, etc. No futuro teremos pessoas falando sobre origens de um monte de nomes que não correspondem à realidade. Esse aqui é um país de mentira.

    Curtir

  15. João. Ignore as mensagens de Bem Docinha, Astúria, Rouxinol Dourado e 23,5 cm nome da casta espiritual! Compareça no meu culto e vou afastar o encosto que está prejudicando sua vida! Só existe um caminho e eu nasci para o indicar, o Altíssimo é meu cão-guia e eu vou também te adestrar para omelhor rumo da Salvação! Nos meus cultos sempre fica gente em pé mas já estamos ampliando o espaço graças à contribuição dos fiéis que foram pelo Altíssimo ordenados a meu mando e você também poderá se beneficiar de meu poder. Amém? Amém!

    Curtir

  16. Olá, estamos super felizes em poder nos destacar neste espaço que de tão democrático deixa até gente como pastor Lídio se manifestar (não entendemos porquê tem gente como ele que implica tanto com gente que faz nosso tipo de serviço), aproveitamos para fazer nossa divulgação: Maurão tem cerca de 1,70 de altura, moreno, membro de 25cm com excelente grossura, carinhoso e atlético; Flex do Furo Rosa é super sensível e gulosa, dobra as pernas no pescoço e faz anal até o final, abertura de anel até mais de 5cm. Sites especializados.

    Curtir

  17. Quanto aos roubos sobre o João acreditamos que de fato foi obra de viados e lamentamos que estes não sigam o exemplo dos ótimos viados que esse mundo teve e tem, também somos do tipo que defendemos o direito de viados ladrões se satisfazerem mais para roubar menos e pela experiência sabemos que geralmente quando eles roubam demais é para que as vítimas fique com raiva deles e comam eles com raiva, ser comidos com raiva é fantasia super íntima todavia roubar é repulsivo e mexer com hetero é vingança-gay injusta. Ativos/passivos, fazemos o serviço juntos ou individualmente.

    Curtir

  18. Cheguei aqui por pesquisa sobre profissionais de proteção de dados e, agora, vendo essa questão aqui: Não pode ser plágio de coisas que não foram publicadas. É mesmo pilhagem. E se já se sabe que existem dúvidas sobre a existência localizada de certos empreendimentos na rede, como quando a gente entra em sites de empresas que se a gente for procurar sequer apresentam endereços físicos, esse não é o caso do Google e, se conforme a declaração do site (com ata e tudo), as pesquisas são privadas, então como é que estas foram parar em tantas mãos? A pesquisa do João tem de ser levantada, daí a questão de virtual vira caso físico.

    Curtir

  19. Sou de gerações anteriores e fiquei com dúvidas. Quem têm poder para num site rastrear uma pesquisa e noutro conversas privadas? Pelo jeito estamos lidando com mentiras e enganos, vendedores de mentiras e enganos, gente fazendo confusão deliberadamente para mascarar e embaralhar a verdade, pessoas de setores diversos interligadas numa teia de lucro e maldade, sem falar de celebridades egocêntricas, egotistas e ególatras, pelo geral muitos afetados pelo pior lado da mentalidade provinciana de séculos atrás que é tudo aquilo do qual tantos vêm lutando contra e tantos foram sacrificados, e por outro lado tem aqueles que defendem a apuração de ocorrências mas, em se tratando do mundo virtual, não me lembro disso já ter ocorrido antes neste país, ao meu ver o processo já começou de um outro modo, o processo é o que está ocorrendo aqui.

    Curtir

  20. Claro que na pesquisa vi um pessoal de zelo como por exemplo o Onze22 Perfumes e Cosméticos de Goiânia e o Onze22 de Lojas na Vila Madalena, fico curioso para saber se existe relação entre eles e os demais citados, já usei esse nome como senha décadas atrás e também pensei em intitular algo mas não vi encaixe, eu já até tinha esquecido esse nome e tudo ok. Mas quanto aos abusados é melhor parar de usar o ship para me ameaçar em seus meios (grotescos) de comunicação ou ainda, no caso de apresentadores(as), cinicamente chamar roubo de “interatividade”, eles recebem cartas e emails com elogios e sugestões todos os dias e usam esse material para se comprazer ou como argumento em seus programas e daí ficam viciados nisso, acham que o mundo todo deve lhes oferecer algo, eu nunca enviei email a ninguém da mídia oferecendo algo, todos eles sabem que o que ofereço é na base de publicações ou do ship e, por falar nisso, de todos os ladrões aqui mencionados não aceitarei que peguem conteúdo meu sequer pelo ship (dá um jeito de bloquear essa gente, ship), isso serve para tanto os apresentadores de show-entulho muito bem pagos, os embutidos que enxertaram roubos em suas novelas rentáveis, os produtores para fazer seus discos pop lucrativos etc e, já do pessoal da propaganda que me roubou, tem até um grupo que une diversas agências e que, além de todo conteúdo que me roubaram, ainda por cima fizeram uma caricatura minha com a cabeça cortada, seus cretinos, vocês me acompanharam ser torturado por anos sem ter culpa bem como sabiam de minha prisão injusta e ao invés de oferecer alguma ajuda ao menos por piedade me roubaram ainda mais, e teve diversos outros ambientes da mídia escarnecendo escancaradamente da minha cara ou querendo discutir mesquinharia ou brigar por mesquinharia e até pastores-pop querendo me converter, e ainda bem que teve também gente boa fazendo um conhecido movimento de quanto eu era ator em um vídeo e ok, obrigado, mas daí vem o estúpido e também faz, vai tnc, agora, se investiram no ship querendo retorno eu lhes dei e tudo ok mas, roubar minha pesquisa?, vocês dilapidaram obras que eu ainda nem lancei e nem sei se vou conseguir lançar nesse lixo der país, e quanto ao ship não foi feito para invasão de privacidade e ademais sou um profissional e, se um famoso sabe que parte de seu trabalho é aguentar bisbilhotagem, esse não é meu caso que sou desconhecido, vocês fizeram cenas com situações humilhantes que passei e isso também não gostei, tem gente que não é bem-vinda na minha casa e os nomes já foram dados aqui, e quando um de vocês ladrões adoece ou alguém que amam adoece misteriosamente ou morre por causas estranhas ficam fazendo de conta que sofrem (o que já andou ocorrendo e não entenderam mas, se preciso, vai acontecer de novo – por falar nesse meio de caminho o que é que ocorre com Jô Soares a tanto tempo?, bah, ele diz que ama o filho, ama coisa nenhuma, o único modo de salvar o rapaz é se redimir mas ele fez o contrário, na idade em que está rouba e coordena roubos para outros), portanto para esses ladrões espero que ao menos parte morra antes de mim para que eu possa celebrar algum alívio nesse país e, quando os ladrões mortos estiverem naquela picada de lugar para onde irão, vai ser o terror fugindo do desespero, isso é coisa óbvia mas vocês são tão pretensiosos que não enxergam e então deixa a prática ensinar com mais eficiência, eu quero brindar a morte de ao menos alguns de vocês e sobre isso é o seguinte: não existe neste país qualquer lei que me impeça de desejar o mal ou a morte de alguém nem que me impeça de falar com as paredes da minha casa o que me vier à cabeça, a palhaçada de vocês não tem graça e também não venham me enviar uns lambe-botas com conversa de perdão porquê o perdão é parte da justiça e não está acima dela embora nem dá para ficar falando disso num país injusto em que a noção de perdão está corrompida e quando vão julgar ricos muitas vezes aplicam o perdão antes de terminar o julgamento, pior ainda e de uma extrema covardia é rico roubando pobre e para isso realmente não há perdão, já quanto à mídia da cidade onde moro se eu ficar sabendo que me roubaram a conversa pode ser ao vivo com gravação em celular para veicular na rede e, quanto ao fato de vocês chamarem de outras cidades os hipócritas-mestres para vir aqui ensinar os hipócritas desta cidade, tentem ao menos chamar aqueles que não dão tanta náusea como o lixo do Ratinho que vem participar de exposição (se ele pode ter bois para vender ali que deixe a venda para os vendedores e fique longe daqui, esse chato achatado), quanto ao hipócrita do Jô Soares chega na cidade para lançar a porra do seu livro e dá entrevista para a mídia dizendo “obrigado por terem me convidado”, ah ah, foi ele que se convidou, e tem vários outros desses tipos aí que chegam aqui para sujar tudo com seu pedantismo que não precisamos porquê já temos os nossos pedantes e nossa cota está no limite, eu quando fico sabendo que esses caras estão na cidade tento fugir de mim mesmo para não fazer besteira e temo mesmo o que pode ocorrer, pelo geral de todos vocês ladrões (que eu saiba são todos brasileiros) vários enriqueceram descendo a lenha em ladrões mas são ladrões, vocês defendem a propriedade privada mas invadem a privacidade de alguém e lhe tira a liberdade por dinheiro, lhe tira o que ele diz e sua própria vivência em função de obter conteúdo para seus lucros e alimentar seu esnobismo querendo sentirem-se reis e, quando ele se revolta por estar sendo pilhado por vocês na internet, vocês o ameaçam, e quanto à propaganda em particular tem algumas agências que são suntuosas na fina flor da mídia e inclusive ganhadoras de prêmios até no exterior e, de que modo o ganharam?, roubando!, e agora lembrando utilizaram-se de roubo de meu conteúdo para fazer mídia para um grupo de editoras que são as mesmas editoras que sequer lêem quando lhes envio textos para análises, e quer saber?, tem gente com mais medo de grandes agências de propaganda que do governo porquê agora elas elegem políticos e até o presidente e inclusive como já dito utilizando mais conteúdo roubado, e quem é o pessoal que está nestas agências?, em nosso terror atual tem agências de propaganda infestadas de nerds maus-caráter que fazem grandes faculdades com excelentes notas e tão logo se formam e entram no mercado já se preparam para a “realidade” que é totalmente fora do que lhes foi ensinado nas salas de aula em termos de ética e princípios, uma vez fora da sala de aula é tudo pela “realidade” do roubo tendo exemplo de ricos ladrões que já estão no mercado a ensinar sua mentalidade e que fazem uma verdadeira “escola” como Jô Soares que fala mais que a boca e só fala abobrinha e por falar nisso ele andou se dizendo “indefinido sexualmente mas definido politicamente”, ai ai, ele está querendo dizer que sexualmente é frígido e politicamente um pulador de galho, só falta dar o próximo passo e dizer que além de um gay frustrado agora também entrou na moda coronelista, e Pedro Bial que andou dizendo que quando traiu sua esposa já estava em “processo de separação” quando não foi isso que ela disse e que eu saiba ela nunca roubou enquanto ele é ladrão e palavra de ladrão não tem valor nenhum, e Tiago Leifert que lamentavelmente vai continuar representando a hoste de chupim e atraindo mais outros e formando mais outros, e Ratinho que vai continuar a envergonhar seu Estado até o fim e vivendo com a mesma revolta de seus parceiros que têm de pagar para serem enrabados quando queriam ser desejados, e Silvio Santos em sua prisão de ego e desejos no rabo e Danilo Gentili disputando pênis com Fábio Porchat e etc etc, e lembro que teve uma apresentadora de tv que ficou cheia de desafios comigo dizendo um termo de minha pesquisa e se animosando a dizer que “isso é gíria normal” e era sim, sua vadia, mas porquê é que você não punha mais conteúdo em seu programa ao invés de ficar querendo irritar telespectador que é atitude totalmente oposta ao que deveria fazer?, atualmente ela já desapareceu da tv e foi mais uma que gastava energia demais em coisas bestiais sendo uma piegas querendo fazer média com quem?, com titicas velhas como Jô Soares e Silvio Santos e titicas novas como Tiago Leifert com quem concorre as titicas do Gentili e do Porchat, e etc etc, estes todos que vieram servir de má referência para ferrar ainda mais um país que já deveria ter saído disso à muito tempo. Agora é o seguinte: Silvio Santos (se é que ainda está vivo), se surgir roubo contra mim no SBT vou culpar você, se estiver morto vou culpar sua filha; Globo: se surgir roubo aí vou culpar os responsáveis (recebi um email anônimo dizendo que Jô Soares andou fazendo contato com atores de novelas para colocar “suas idéias” no meio do textos deles quando “suas idéias” eram roubos da minha pesquisa, acho que a emissora devia apurar isso com sindicância e certamente teria mais informações – enfim, esse Jô está metido em muito roubo contra mim, este desgraçado que tanta gente da mídia tem dó só porquê ele não lhes roubou e porquê vive fazendo carinha de “quero colo”, o cara já está com o pé na cova se é que está vivo e realmente, conforme já andaram comentando nesta página, espero que morra logo e que o diabo o tenha); propaganda: qualquer conteúdo de minha pesquisa que virar roubo vou procurar clientes, fabricantes, diretorias, até pais e mães, se possível filhos e netos, e vou fazer certas indicações a eles inclusive ficando disponível para uma conversa, ambos sabemos que ainda falta revelar vários nomes (aposto que andam usando mais de um CGC); qualquer um que me roubar: vou avaliar, pesquisar, levantar o máximo de informações e descobrir o nome de seus familiares, vou enfiar uma tora no cu de vocês para ver se sossegam o facho, vou procurar um órgão público decente para denunciar, um midiático decente para falar a respeito, quem sabe executivos do Google, quem sabe um homem-bomba, um bruxo, um anormal, um possesso, quem sabe um assaltante para meter uma bala nas suas caras ou um estuprador para rasgar suas mulheres e filhas, seus vagabundos.

    Curtir

  21. Mais um pouco: caso a pesquisa fosse levantada os ladrões diante de provas não poderiam dizer que, ao invés de roubo, o que ocorreu foi “influência”, pois não há como receber “influência” de algo que não está publicado, daí na cabeça de vários deles surgiria algo assim: “vai me processar?, sabe com quem está se metendo?”, e eu cá comigo já penso: “com frequência o único processo de pobre contra rico nada mais é que um protesto de pobre contra rico”, e agora também acaba de me vir à cabeça: “será que se eu publicar as idéias que me roubaram vão me processar por ter roubado eles?”, se isso ocorresse eu teria de me defender mentindo que foi “influência” deles sobre mim mas, neste caso, surgiria um problema que é o fato de que eu desabafo para as paredes e o ship capta de modo que tendo os ladrões ouvidos sensíveis à verdades e ainda mais quando vindas de alguém que não está à venda a sua sensibilidade aumenta e, diante disso, poderiam fazer muitas coisas e inclusive, não bastasse o primeiro acordo que fizeram ao financiar a família para dia e noite me torturar e literalmente me forçar ao rebaixamento físico e moral por tanto tempo que ainda hoje eu, homem, hetero, sequer consigo olhar uma mulher nos olhos, o que inclusive também explica porquê publiquei tão pouco diante de tais condições, então agora eles poderiam fazer um segundo acordo para que a família em estímulo voltasse a me compungir e me sovar feito animal para me ocupar de tal modo que não haveria forças para protestar nem em pensamento contra os roubos, essa família que tanto quanto os ladrões fica alterada quando publico algo e para a qual não é nenhuma novidade me arrebentar porquê é que o que já vem fazendo há muito tempo só pelo fato de que nasci e por ser bom em áreas que eles invejam, todavia enquanto esse evento da tortura estivesse ocorrendo e os ladrões estivessem assistindo de camarote aos aplausos poderia ocorrer de alguma boa alma tomar a iniciativa de me arrumar um advogado para tentar levantar a pesquisa o que levaria os ladrões a parar o espetáculo para tomar suas providências acionando seus advogados de modo que, para os roubos praticados pela propaganda, deuses da mídia, como já mencionado em maior parte sendo roubos maquiados, eles poderiam alegar “similaridade acidental”, e quanto aos que roubaram ao pé da letra poderiam tanto alegar “idéias análogas” quanto, conforme disse Lauro, culpar um bode expiatório, e eu já perdi as contas de quantos roubos são porquê não é de hoje que me despojam e ainda por cima me caçoando – cretinos, ponham de novo na tv a caricatura da minha cabeça cortada! –, agora fico aqui em busca de alguma esperança do tipo de quem sabe em algum momento os ladrões possam achar o espetáculo da degradação sobre mim junto à minha prisão covarde neste país covarde interessantes a ponto de transformar isso em conteúdo rentável para no encerrar das cortinas me darem um final de respiro ou, talvez, possam mandar uma equipe de filmagem com uma das gostosas que trabalham no meio daquele monte de viados para ser comida aqui por um hetero de modo a terem um produto no lucrativo mercado pornô, enfim, eles têm variáveis para sua ilusão otimista e, portanto, fariam algo para me manter em pé em função de mais lucro?, quanto sangue meu ainda querem tirar? – e quando vocês, cretinos, insinuam que estou disseminando ódio é bom lembrarem que foram vocês que despertaram esse ódio, e quando me acusam de preconceito contra gays estou apenas defendendo o direito deles se assumirem, e quando me acusam de tanta coisa a minha resposta é: cadê minha pesquisa no Google?!, e quanto a você como é que fica, Google?, se a mídia tem acesso à minha pesquisa porquê não eu?, até arcáicos como Silvio-pau-no-cu tem acesso e eu não, ele que criticou um diretor da Globo dizendo que este não tinha bom caráter, essa é boa, um ladrão criticando alguém pelo caráter, oras, o Silvio nem sabe o que é caráter, e me lembrando: ele pessoalmente, quando me roubou, foi sobre uma observação minha acerca de uma revista de sua empresa e eu até lhe dei certo desconto dizendo que, se havia referência à produto dele, ele tinha premissa para usar o conteúdo, eu tentei condescender com ele tanto quanto tentei com outros, todavia em todos os casos ficaram entre usar a reação cínica ou agressiva e no caso de Silvio já logo editaram uma cara dele furiosa para mim ver e, depois, apareceu um borra-botas de sua tv em mais ameaça, por isso o desconto para ele acabou e roubo é roubo, a observação que fiz podia ser aplicada a qualquer revista do gênero e pelo fato da penca de canalhas do sbt querer se mostrar tão valente insistindo em repetir os roubos descarados de minha pesquisa (os apresentando como produtos que nunca existiram) agora mais um comentário sobre o Silvio-bicha: a equipe dele lhe deu o roubo dizendo que era para “agradar” alguém e ele sabia que o tinham roubado de uma pesquisa, ele apresentou o conteúdo roubado como se estivesse tendo um orgasmo do tipo que certos ladrões têm quando roubam e inclusive o mesmo que outros apresentadores tal como o estrume do Jô Soares e à exceção, por exemplo, de Tiago Leifert que conforme mencionado é incapaz de experimentar prazer e de Porchat que após meus protestos apresentou o roubado com desdém, enfim, o comportamento do Silvio-gay foi o mesmo que certos ladrões demonstram em termos de prazer altamente íntimo e que também está associado à questão da impunidade, é um processo que começa numa excitação ao pensar no roubo, continua ao roubar e atinge o ápice no momento de expor o roubo e sobretudo na cara dos roubados, daí que temos ladrões por princípio e formação num aspecto cultural que suja a imagem deste país e estando Silvio-invertido entre os primeiros a me roubar ele em seu incontrolável deleite estava certo de que eu ia gostar de ser roubado mas com minha reação negativa ao seu orgasmo ele ficou inconformado no que surgiu sua fúria cega à qual é problema dele bem como a manutenção da sua imagem é problema dele, estou na minha casa e nem Silvio-boiola nem qualquer outro vai entrar aqui pela tv querendo querendo uma reação positiva minha por ser roubado e ainda menos me ameaçar achando que ficarei quieto, e corroborando com Lindolfo Alves Cruz o rei-sodomita do sbt só faz presença sem substância o que significa que é vazio de crédito ou acréscimo e só tira do mundo sem ter contribuído com absolutamente nenhum conteúdo pessoal, além do mais é tapeador e ainda por cima se diz religioso mas não sei que porra de religião é essa que não lhe ensinou que roubar é pecado, Silvio-rabo-aceso tão sovina que ao invés de contratar alguém para desenvolver conteúdo para ele prefere roubar, quando morrer será rapidamente esquecido enquanto Raul Seixas, que sua emissora denigre, rico em conteúdo será lembrado muito tempo depois que Silvio-baitola estiver totalmente esquecido (portanto discordo do Lauro acerca de que Silvio-instituição continuará rendendo também depois de morto, acho que tão logo ele morrer será rapidamente esquecido porquê entendo assim: enquanto o cara está vivo é capaz de iludir as pessoas com sua presença, depois que morre o povo não o tem mais presente e perde o interesse porquê o tempo devora imagem sem conteúdo – por falar nisso dia desses vi um ator dizer que para interpretar não importa conteúdo mas sim intensidade, oras, cada conteúdo tem sua intensidade e intensidade sem conteúdo é falta de cérebro, tem ator que só fala merda), então ao meu ver: Silvio morre e sua filha – aliás, que menina chata, ela apresenta um programa no qual chama de “inovação” fazer recreação entre adultos –, não tendo capacidade para administrar o trono lhe afunda rapidamente e, quanto aos bons profissionais que tem ali, jamais faltará portas abertas em outras emissoras, daí que o sbt terá por rumo qualquer coisa como ser vendido a outra emissora ou sucateado em forma de sbtraste do sbtédio; agora vamos avançar para outros montes de nada: quanto a Tiago Leifert o dia que ele experimentar algo chamado rejeição simplesmente estará acabado por ser tão dependente de montar sobre outros para fazer sua imagem, isso sem dúvida também serve para o Danilo Gentili que é inexpressivo física e mentalmente com sua cara de gelatina e voz tão enjoativa quando a do Tiago, já Bial tem uma teimosia incorrigível e vai morrer sem que ninguém mais queira lhe ouvir o que, aliás, é o que já está acontecendo com seu antecessor Jô Soares que ninguém mais aguenta (ele que andou fazendo contato com o sbt para que usassem roubos de minha pesquisa), e Porchat nem devia ter chegado na tv e tal como outros é uma espécie de verme amparado por regressivos, e outros e outros e outros cujo amanhã vai querer fugir do hoje e de modo geral é toda uma gente sem vergonha na cara e é assim, é gente que só tem cara e nenhuma vergonha, e por falar em descaramento estou lembrando que ao largo de anos recebi num site de relacionamentos profissionais convites de um ou mais sites de uma ou mais agências de publicidade e propaganda me “propondo” que eu apresentasse nesses um ou mais sites “idéias” que caso fossem aprovadas seriam remuneradas e eu recusei por achar a “proposta” duvidosa já que esses sites podem surgir e sumir de uma hora para outra ou apresentar endereços físicos falsos e tudo mais além de quê eu desconheço o ambiente de publicidade e propaganda para saber quem é quem mas, aposto, aqueles que fizeram essa “proposta” estão dentre os ladrões que me roubaram e sua “proposta” era tentativa tanto de me roubar com anti-rastros quanto de ter exclusividade nos roubos e, então, eu desafio essas ervas daninhas ricas a tentar mais uma vez me fazer sua “proposta”, eu gostaria de saber mais para fazer algumas ligações entre vocês e todos os demais ladrões dentre cúmplices ou concorrentes e aposto que todos se conhecem ao menos por nome e vivem inventando modos de roubar dentro do sistema “legal” e exercem “influência” de seu padrão para muitos neste de sempre o seu Brasil-torpe, este que é um país no qual tem até professores cujas maiores “lições” em escolas técnicas e faculdades são ensinar os alunos a “ganhar nas contas” e até mesmo a identificar nos mais variados ambientes os possíveis aprendizes nos quais possam exercer “efeito de influências” e claro que também identificar as vítimas para sugar o que em termos de estudos já é tópico de “captação de recursos” e, num outro tópico que consiste em perpetuar nas vítimas a ignorância, o “efeito sobre efeito de influências”, e por falar em ignorância ela é reverenciada em certas igrejas de onde em termos de “efeito sobre mais efeito de influências” veio a mentalidade de um apresentador televisivo chamado Cid que por eu ter criticado a religião da qual ele é adepto o cidadão mesmo sem ser da área da Saúde insinuou que junto a sua “turma” tinham “influência” na classe médica para me colocar num sanatório, esse vagabundo que sabendo que fui preso em mais uma insinuação para mim (que coisa esquisita essa de homem fazendo insinuações para outro homem) cantou “vai voltar para a cadeeeiaa” e, noutra vez, disse “também” ter coragem para falar com bandido e, ok, faz parte de seu programa falar com bandido, para ele é fácil falar com bandido algemado ou atrás das grades, porquê não fala com bandido lá dentro das grades?, ele tem medo da própria sombra e em mais uma sequência de suas insinuações me apontou como o próprio anti-cristo, meu deus, acho esse cara bem mais que um tapado religioso, o acho duvidoso em todos os sentidos e, agora lembrei, em mais uma de suas “interações” comigo ele gritou “quer morrer?” – e então isso significa, cidadão, que você tem “influência” suficiente para ter a informação de que querem minha morte?, se for o caso pode ser que precisem do teu depoimento no Tribunal, e já você, Ratinho, rato-lixo do sbt, já que andou se insinuando para mim ser mandante de matadores então porquê, seu extremo bundão, não vai em frente?, quem é que vai matar um shipado se todos estão de olho para colocar concorrentes na cadeia?, o Ratinho é mais um que se diz religioso, ai ai, ladrão também frequenta igreja, e já que tocamos na classe teve pseudo-religiosos tipo esses popstar da fé que vieram com seus discursos decorados para cima de mim acerca de “encosto”, fizeram isso quando eu estava justamente sendo flagelado do mesmo modo que o fazem com todos aqueles que estão sofrendo por algum motivo, eles vêem alguém sendo chicoteado injustamente e ao invés de culpar quem chicoteia culpam o chicoteado que, se está sofrendo, é porquê tem “encosto”, daí que se a pessoa está ferrada não é a covardia alheia ou injustiça social ou a distância de classes ou uma doença ou o desemprego que lhe pegou, é um “encosto”, eles são dos piores e tão espaçosos que pegam seus aviões particulares e vão ao congresso brigar com gay por serem anti-isso e anti-aquilo, não se diferenciam de outros tranqueiras midiáticos obcecados dos mais variados níveis e interesses com diversos outros argumentos os quais sejam ladrões ou apenas gente querendo fazer média com ladrões graúdos já me acusaram por exemplo de “anti-social que não sabe trabalhar em grupo” e, sim, sou anti-social para vocês; essas coisas cansam e desgastam e atrasam e contrariam o senso-comum e a gente vai vendo que a quantidade deles é muito grande e que querem nos tirar qualquer esperança, pelo geral estamos cercados de raças-estrumes em diversos meios e claro que isso independe de religião ou partido ou qualquer ambiente instituído, vários enrustem-se seja pelo sexo ou pela psiquê e na maior parte dos casos só querem fazer sua pressão em função de manter seu status obtuso dentro de seus conceitos fechados mesmo em cidades de milhões de pessoas neste país em que o discurso foge da prática constantemente e que por exemplo tem professoras de escolas infantis que educam filhos dos outros mas dão seus filhos para outras pessoas criar, tem ladrões dando lição de moral e desnaturados confundindo coragem com estupidez e tem pai enrustido que ferra a vida de filho porquê não consegue ser pelo filho enrabado tanto quanto tem mãe ensinando filho a pegar adversários pelas costas, tem família pisando sobre a cabeça de um membro porquê ele não se encaixa em seu “padrão” de hipocrisia só não o mandando para a cova pelo temor de ficar sem cobaia quando, no mundo lá fora, são muito bem “comportados” e servem até de “exemplo”, aqui a covardia se reúne dentro dos lares onde podem judiar à vontade um “diferente” para sentirem-se melhor no “padrão”.
    Ah: recebi um contato dizendo que “banda podre” (do caso Banda Podre da polícia federal) é termo usual dentro da corporação o que explica sua utilização numa operação, então peço francas desculpas a todos os envolvidos na operação por ter apontado o termo com desconfiança, esclareço que eu tinha esse termo como título dentro de um texto o qual pouco antes de lançar fiquei sabendo de o terem usado para nominar sua operação e isso me alterou já que na época eu estava vendo muitos roubos de minha pesquisa pipocarem pela mídia, agradeço pelo contato e por terem gasto tempo para me explicar, e por falar nesse foco de conversa também recebi, tanto em forma gentil quanto ameaçadora, contatos alegando que certos títulos ou termos os quais apontei aqui de terem sido roubados de minha pesquisa já tinham sido antes gerados desse e daquele modo todavia não me convenceram, algumas perguntas derrubariam vossos argumentos, seja como for ainda pode haver mais erros de minha parte e se for preciso estarei novamente nesta página me retratando e de resto, e pelo geral, mesmo sabendo que muitos querem me desgraçar ao menos tenho alguma consciência tranquila, sei que injustiça gera insegurança mas alguma consciência tranquila creio que vou conseguir manter mesmo num país tão deturpado onde tem gente cuja consciência pesa por fazer a coisa certa, tem até gente que faz a coisa certa escondido por vergonha e tem gente que sente culpa sem saber o motivo que no fundo é ter feito a coisa certa.
    Agradeço aos blogueiros que me enviaram emails de solidariedade e inclusive me alertando sobre o perigo de lidar com gente rica e poderosa, lamento pelos blogueiros que me enviaram emails dizendo que “se eles te roubam estão valorizando teu trabalho” ou que estou “ofendendo ícones amados pelo povo” ou que “na minha opinião não concordo quando você diz que é roubo o…” e, para estes, desculpe, mas roubo não é valorização, eu nasci e vivi toda vida entre o povo e não amo nenhum desses “ícones” e, quanto ao “não concordar”, isso aqui não é bem questão de “opinião”, a coisa tem de ser vista em seu conjunto e caso for levantadas as provas qualquer Tribunal imparcial resolve isso num tempo razoável, ademais vocês também escrevem e estou defendendo tanto o meu quanto o vosso direito, encerro desejando muita força aos meus parceiros os quais nenhuma distância física nos separa e por enquanto é só.

    Curtir

  22. Em meu Tagged havia um grande número de conexões e agora ele simplesmente sumiu, mas não lamento porquê fiz tudo que queria fazer ali todavia, aposto, foram os ladrões que o cancelaram porquê têm poder ali dentro embora não sejam sócios e, pergunta: Eles cancelaram em represália contra mim ou para eliminar provas de roubos? Já meu antigo gmail, o qual era por eles usado para chegar a caminhos que eu percorria como tais como Tagged e Utube, foi desativado mas, isso, porquê estava previsto pelo Google que desativaria gmails antigos de modo que primeiramente somente os computadores onde eles eram originalmente utilizados conseguiam lhe acessar mas, como mudei peças de meu computador, meu gmail estava com dificuldades de reconhecer a máquina e portanto, num dado momento, foi definitivamente desativado, e por falar nisso os ladrões roubaram minha pesquisa tanto quando eu estava com o gmail aberto quanto fechado e, por falar nisso, quanto à pesquisar no Google atualmente há um programa o qual tão logo ligo o computador ele me pede para lhe atualizar com um download o que me leva a crer que é uma proteção que impede invasões na rede e, se for isso de fato, como é que os ladrões agora vão continuar me roubando?, ah, também lembrei: até onde recordo os primeiros roubos se deram há quase duas décadas atrás quando eu tinha um computador pirateado o que portanto não teria esta mencionada proteção (os dois primeiros roubos de que fiquei sabendo deram idéias para duas mini-séries – inclusive usando música selecionada em meu Utube para ilustrar cenas), portanto foi ironia ter uma máquina ilegal através da qual foram feitos roubos por parte de gente perfeitamente integrada ao “sistema social” e que a partir destes fizeram seus produtos perfeitamente “legais” (foi nesta mesma época que também foram utilizadas pela mídia músicas que eu ouvia no Utube para as incluir em seus produtos ou produzir seus conteúdos o que nunca me incomodou – eu também fui shipado nesta época e deve haver alguma relação), de lá para cá passamos tempo suficiente para que me esquecessem e voltassem a se lembrar de mim toda vez que publico algo que é quando voltam a me roubar, ou seja, trocaram gerações na mídia mas o “sistema ideológico” do roubo persistiu todavia do que sei nas primeiras vezes não foram parar roubos na boca de apresentadores enquanto que, nos últimos anos, eles quiseram entrar no jogo da roubalheira pessoalmente e, pelo jeito, dessa vez seja novas gerações tipo as tiagoleifertiana e daniloeentiliana ou as velhas tipo as jôsoaresânus e silviosantosânus se incentivaram mutuamente o que inclusive pode ter sido estímulo para troca de conhecimento entre gerações que devem comentar entre si por exemplo o quanto é confortável poder roubar sem sair de casa, e caso qualquer deles tenha sido ou seja shipado seria por um tipo de mentalidade com afinidade e muito provavelmente sendo induzido inconscientemente.
    Ainda falando do Jô-merdão, lembrei de mais esta: conheci pilantras pseudo-artistas que entre suas turmas falavam as piores coisas dele e destes teve aqueles que disseram: “Vou dar entrevista pro Jô e lhe deixar com saudades”, e de fato foi o que ocorreu sendo que depois disso o Jô por anos sempre lembrava das tais entrevistas com saudades levando os pilantras junto às suas turma gargalharem em escárnios ao assistirem, ou seja, o gordo narciso da terceira idade conseguiu a proeza de ser mau-caráter e trouxa ao mesmo tempo, todavia toda essa gente se identifica de modo leviano e automático e ele só queria contar vantagem e fazer média com os pilantras que, claro, faziam de conta lhe admirar.
    Não quero ladrão reproduzindo conhecido movimento meu. Também não quero ladrão usando o ship para pegar conteúdo meu. Se fizerem, volto aqui.
    Dia desses eu estava me lembrando de frases de poetas conhecidos meus que devido a eu ter pesquisado na rede viraram mídia, não as citarei aqui porquê a iniciativa tem de ser deles. Também lembrei de publicações minhas, em páginas que não existem mais, que viraram excelentes cenas nas mãos de gente competente da propaganda, tais como:

    um
    pássaro
    voa cada vez mais longe
    para não perder a visão do pôr do sol

    Aposto que não foram os ladrões que fizeram isso.

    Curtir

  23. Dia desses recebi um email anônimo que dentre outras coisas dizia: “Eles te roubaram, sim, e qualquer problema vão dizer que foi só uma pegadinha. E se continuar assim chegaremos ao dia em que nos tribunais os ladrões graúdos vão alegar em sua defesa: Foi só uma pegadinha.”
    Nesse país ladrão conta piada o tempo todo e seu contentamento dá raiva nas vítimas, no meu caso eles vinham de início tratando tudo como uma pegadinha até o momento que comecei a protestar contra eles, daí além de continuar apresentando roubos antigos e novos veio o estúpido do Bial tomando a frente na base do encaramento, ladrão corajoso e nulo em criatividade cheio de olhar nos olhos dos outros só para causar ânsia de vômito, depois foi a vez de outros tal como o impostor do Willian Wap que senão me engano dentre as matérias que ele fez com minha pesquisa teve uma falando sobre “pesar a droga na farmácia” encerrando com a única cara que ele tem que é de cinismo, já quanto ao Ratinho após ele obrigar um humorista de seu programa a apresentar o roubo de minha pesquisa chamou a câmera para si fazendo cara de xerife mau e bateu com aquele cassetete nas mãos que ele devia enfiar no cu por encantamento gay, quanto ao Bonner apenas fez cara feia porquê instruíram ele a isso, teve mais outros mas nem vou me prender muito a isso.
    Por fato esses mencionados e outros expoentes após os roubos também fizeram um certo gesto meu e foram instruídos a isso, a maioria deles nem sabem que existo e são fantoches dos diretores, quando começaram a tomar mais consciência do caso quiseram fazer pressão sobre minha sombra mas não sou subordinado deles, agora sabem que deram texto roubado e também derrubados alguns cacoetes folclóricos estamos no pé em que eles fazem de conta me ignorar mas a curiosidade anda cobrando.
    E também acho que os ladrões em geral deviam parar de me ouvir pelo ship antes que ele ferre eles ou como é comum com alguém que eles amam, já está acontecendo e eles ainda não entenderam, com os ladrões dos bastidores já aconteceu com alguns e ainda não entenderam. Não percebem as verossimilhanças?
    Alguns planos tinham sido feitos.
    Tempos atrás por exemplo queriam me colocar no big brother e enviaram até recadinhos dando datas através de um pseudo oráculo (o bemzen desvirtua oráculos milenares e é uma ofensa à casse mística, à bem da verdade nesse país quase todos os sites que se dizem místicos são ofensas e por falar nisso, como pesquisei no Google determinados oráculos em busca de sites, o Bial que aliás é cético resolveu comentar fazendo seu textinho boçal ao passo que na propaganda pegaram textos sagrados para vender produtos), todavia minhas reações aos roubos praticados por líderes do big brother lhes fez desistir da idéia o que foi bom para todos nós seja de modo consciente ou inconsciente.
    Em seguida Jô Soares teve a idéia de junto a outros de me convidar para um “espetáculo interativo” o qual teríamos por início a esplêndida equipe contratada pelo gordo aparecendo na porta de casa a me anunciar que eu seria contratado dele depois do quê eu seria levado até o gordo para diante das câmeras fazermos um tour por meses a visitar lugares turísticos em momentos os quais ele demonstraria suas redundâncias verbais para que eu tivesse de suportar incursões pelo seu miserável mundo interior sendo esse o início do “espetáculo interativo” e que, de uma previsão inicial de meses, no deslumbre do gordo a coisa poderia chegar até a mais de um ano comigo tendo de lhe aquentar me cortejando com seus ensinamentos e pelo quê, segundo o contrato do “espetáculo interativo”, eu deveria lhe agradecer pelos “presentes” que ele me deu e estava dando (eu deveria chamar os “roubos” de “presentes” que ele me deu bem como “provas” de minha aptidão e deveria chamar de “presentes” que ele estava me dando sua deplorável companhia), para encerrar já estava planejado que ele simularia que eu estava “aprovado” e nisso viria sua indicação para que eu atuasse numa agência de propaganda com contratação longeva e, sem dúvida, justamente a agência de um pessoal que roubou minha pesquisa no Google e que pertence a um grupo de agências de propagandas que já teria planejado uma propaganda para eu interpretar um “brasileiro não desiste” e que “de uma perda se pode obter um ótimo ganho” junto a outros chavões estimuladores para a raça, e sim, eu aceitaria suportar Jô Soares em troca de um emprego na rica propaganda bem como faria o personagem de um brasileiro… mas com algumas condições: a primeira condição seria que a partir do primeiro dia de trabalho na tal agência de propaganda eu tiraria uma férias seguida de uma licença de dez meses, isso se repetiria em todos anos de minha contratação e portanto eu teria um mês para trabalhar a cada ano sendo que neste mês eu não compareceria na segunda-feira por ressaca nem na sexta-feira à qual gosto de beber durante o dia, e claro que nos dias que eu fosse trabalhar chegaria somente na hora do almoço para comer a rica comida que fornecem depois do quê descansaria um pouco em alguma confortável poltrona para em seguida ir jogar conversa fora com a rapaziada do xerox onde também leria um pouco de HQ, só depois iria trabalhar por umas duas horas nas quais apresentaria conteúdo para produções de um ano ou mais com ótimos lucros para a devida extensão do negócio, de quebra quando eu estivesse devidamente alcoolizado ainda poderia eventualmente dar algumas palestras para os ladrões locais sobre como criar ao invés de roubar e estas palestras inclusive poderiam ser gravadas para serem alugadas aos ladrões das demais mídias em função de aprenderem a roubar menos porquê se continuar assim vão acabar de vez com a moral desse país, todavia devido a mais roubos que surgiram o que acabou foi meu tesão e novamente reagi desta vez acertei o gordo bem no local que ele detesta levar pancada: comentei sobre sua intimidade, foi então que tudo desmoronou e adeus os planos dele comigo.
    Portanto todos nós perdemos excelentes oportunidades em nossas vidas devido a minhas reações contra roubos de textos que nunca publiquei e que aliás devido ao trauma tenho resistência em revê-los ao passo que eles recuaram em seus planos e, mais que sua desistência por mim, inclusive com ares de decepção, ainda hoje eles me têm como uma espécie de dúvida que também lhes causa dúvidas e deixando de lado seus momentos de reflexão poderia para mim ocorrer, por exemplo, de ser contratado por gente honesta da propaganda de quem gostasse e daí seria muito diferente porquê eu poderia trabalhar todo dia sem folga e sem férias por um salário mixo devido ao prazer da companhia e, além de produzir nas idéias, eu poderia também fazer outros serviços como servir café e preparar lanches para o pessoal bem como atuar como office-boy ou digitador ou dar qualquer auxílio no que fosse preciso porquê sou assim, eu trabalho o tempo todo e até dormindo me levanto para fazer anotações, pena que parte de meu suado trabalho foi sendo roubado e conforme vou lembrando já concluí que isso se deu ao largo de um tempo bem mais longo que eu pensava, possivelmente existem ladrões que me roubaram que já estão mortos lá nas mãos do diabo esperando Jô Soares que, vai tomar no cu, o veado se diz “amigo” de todo mundo, ele nem sabe o significado dessa palavra, esse cara nunca conseguiu ser honrado uma única vez na vida (ô demônio do inferno?, dá uma apertada aí que já já chega um folgado chamado Jô Soares!), e de repente também me vem à mente que a idéia do Jô-cu de fazer um “espetáculo interativo” pode agora ocorrer e justamente devido a uma moléstia que graças a deus o afastou de nossa paciência, agora a esplêndida equipe que tinha sido contratada pelo gordo pode tomar as rédeas da produção e mais que lucro de contrato pode ter lucro de participação, certamente teríamos um produto muito mais rentável sem o gordo querendo estar em todas as cenas para ocupar tanto espaço com tão pouco sentido e com campo livre faríamos algo construtivo e, inclusive, já até está me vêm à mente uma ótima concepção acerca da coisa e… puxa… agora ainda mais idéias para uma interatividade extraordinária… mas se eu falar aqui qualquer dos ladrões pode usar para alguma outra produção e, também, não vou tirar o néctar da surpresa.
    Mas vamos deixar de expectativas impossíveis e falar mais um pouco da absurda realidade do Jô e seus iguais. Uma vez que eles esperavam que eu gostasse de ser roubado, e que com minha reação negativa ficaram magoados porquê ladrão também se ressente, agora estão pensando em seus tristes sentimentos e já até posso os ouvir se defendendo em caso de eventualidade: “Oras, nós tínhamos intenção de lhe retribuir pelo que pegamos, faríamos isso diante das câmeras.” Não conseguem se livrar da idéia de show, vivem se preparando para ele e quando falam com seus psicólogos mentem porquê consideram ótimo ensaio mentir para psicólogos embora por vezes devido a deslizes falem a verdade tal como quando por exemplo confessam os roubos para os tais doutores os quais por questões éticas deveriam lhes entregar à polícia mas, sendo psicólogos escolhidos a dedo e muito bem pagos, têm seus argumentos como “sigilo profissional” e, para sentirem-se seguros de seus pensamentos, acreditam que podem redimir a maldade e tédio dos ladrões amolecendo seus corações duros mas, quando conseguem que eles dêem um passo à frente, na maioria das vezes eles automaticamente dão dois para trás, são ladrões que consideram justiça e nobreza como fraquezas humanas e chamam desumanização de “força” alimentando suas idéias com frieza de sentimentos sufocados por instintos baixos que por sinal cultuam às escondidas, contudo voltando aos fatos: uma vez que minha reação negativa aos roubos conseguiu despertar mágoa neles num primeiro momento quiseram virar as costas para mim mas a curiosidade lhes excitou e até mesmo a mágoa lhes excitou porquê é melhor sentir algo que nada e por outro lado ainda não haviam conseguido se livrar das lembranças de seus orgasmos ou pseudo-orgasmos em forma de cócegas que tiveram ao me roubar e portanto trataram de alimentar nossa relação de vários modos tal como pedir para as produções repetirem os roubos quando eu estivesse vendo tv mesmo porquê a isso também soma-se outra excitação chamada vingança por eu não ter gozado junto com o gozo ou pseudo-gozo deles, portanto com isso na cabeça atualmente eles gozam ou pseudo-gozam de modo diferente na minha frente que é um gozo ou pseudo-gozo discretamente irônico que os faz esquecer o quanto são nulos eles todos juntos ali no bacanal de impotentes diante das câmeras essa pior corja que tem na mídia e ainda por cima um dando cobertura para o outro, só não goza nem pseudo-goza gente como Tiago Leifert e por falar nisso sua namorada deveria entender logo quem ele é e sair fora senão chegará o terrível dia em que ela vai acordar e ao abrir os olhos enxergará o verdadeiro Leifert que além de frígido é um monstro, daí a pobre garota ficará traumatizada; Danilo Gentili gostaria de ejacular dentro do próprio cu, isso é uma verdade imutável; Bial não tem coragem de pedir para as garotas enfiarem o dedo no cu dele, é um dilema; Jô Soares está sempre inventando um motivo para justificar porquê não goza e por sinal seu filho morreu sem jamais ter gozado por ser igual ao dissimulado pai; por falar em gozar é difícil para eles todos admitir abertamente e até mesmo para seus psicólogos e até mesmo para si mesmos que eu seja capaz de ter orgasmo com punheta, eles todos ficam revoltados com isso ao lado de pares que são infelizes por culpa deles; pois é, ladrão rico tem mania de gozar roubando pobre e no fundo quer transar com pobre mas como o preconceito não deixa então sai pelo mundo roubando pobres e nem percebe que tais roubos vão lhes deixando brochas, já ladrão pobre goza com qualquer coisa e vende orgasmos até dentro da cadeia embora nem sempre tem tempo para perceber tanta emoção que vive, por falar em sexo se o governo não apóia abordagens mais fortes do tema devido ao tabu então deixa isso com quem não se isenta e use o tempo disponível para levar a sério essa coisa de rico roubar pobre senão teremos mais séculos de injustiça nesse país, a injustiça promovida pelos ricos e sexualizada no roubo contra o país pobre que vive querendo trepar também para esquecer justamente da injustiça, a imensa necessidade do pobre extravasar contra a injustiça com sexo e palavrão porquê não tem dinheiro para ir ao psicólogo e pobre consciente ainda menos tem paciência para ir à igreja dar dinheiro para vagabundo enriquecer, e pobre também precisa desabafar devido a ligar a tv e ver os limitados que ficam furiosos contra quem fala a verdade para as paredes e por falar nisso teve um limitado jacu pseudo-crente que ao me ver implorando para que a família parasse de me torturar me deu indiretas dentre as quais: “então teremos de internar!”, o cidadão falou no plural como se a questão estivesse sendo discutida entre ele e os médicos que aliás nem ouvem o que ele diz – cala a boca, cidadão!, você faz enquadramentos dos piores e se arrepia por banalidades e quer plantar o terror sobre verdades nuas, você se corrói de inveja porquê vi um disco e daí apareceu na tela dizendo “teve gente que viu” com carinha de nojo, já doutra vez você disse “também gosto de mulher” só porquê eu tinha dito e sua cara deixou bem claro que faz imagem de hetero mas transa com homem escondido e por isso deu sua indireta esperando algum retorno favorável meu naquele momento em que inclusive você apresentou certo olhar de quem é “entendido” querendo dar o cu como fazia na infância quando só saía de casa para isso, já noutra indireta você fez outro tipo de chantagem dizendo que iria ao fórum onde tinha “amigos” os quais iriam tomar certas “providências” bem como ameaçou me entrevistar com más intenções etc e tal além de querer fazer média com seus superiores, portanto se vier com mais viadagem para cima de mim vou divulgar bastante o seu nome e pegar um celular e lhe esperar na porta da emissora para gravar uma conversa sobre ética profissional ou se quiser pode ser sobre o seu deus castrado e depois disso vou postar a conversa na rede, você faz cenas com seus conceitos medievais enquanto sente cócegas no rabo e se um crentista veado não sabe diferenciar homo de hetero então é uma estopa a caminho do lixo, você defende a pior raça política desse país para mantê-lo no atraso que é de onde você ganha a vida e devia ouvir mais e falar menos – quem é que precisa ser internado aqui, Cid Ribeiro?
    É pena que tenhamos tanta expoentes bons fora da tv enquanto os tendenciosos estão aí montados no ibope tais como os crentistas tão tapados e inseguros fazendo caras de bravos junto a seu mundo religiosista que vive querendo tomar os pacientes dos psicólogos, e por falar em psicólogos em São Paulo eu era chamado por alguns deles para ir a seus consultórios na hora do almoço para que se desabafassem comigo aqueles verdadeiros doutores da área que sentavam-se no divã deixando o seu lugar de analistas para mim bem como também ficavam impressionados com o fato de que eu morando nos piores lugares onde muita gente viraria matéria-prima para a bóia do dia conseguir manter o equilíbrio, e agora não bastasse a família inteira de desequilibrados me ferrando ainda vem a raça nojenta da mídia ficar de palhaçada com essa merda psicologista. Tem dia que é difícil assistir tv porquê só tem programa tenebroso e até mesmo aqueles que de fato tenebrosos todavia tinha umas mulheres com roupas apertadas e altos degotes como era o caso do programa do torpe do Ratinho (me rouba de novo, filho da puta!), aquelas mulheres que faziam carreiras sexualizadas ao postarem para revistas masculinas e no programa dele enquanto dançavam faziam aquele sinalzinho de “dim dim” com os dedos porquê são putanas e estavam vendendo seu peixe, agora só aparecem no programa do rato empacotadas e super comportadas porquê ele passou a eleger políticos para entupir o povo de mais ilusões e precisou mudar o “formato”, também as baixarias foram substituídas por piadas bem comportadas embora não abram mão de roubar conteúdo como fizeram comigo, e por falar nisso a tv anda pondo roupa demais nas mulheres ao passo que tem muito mandante delas passando a catraca do tempo sem qualquer bagagem que se possa considerar, tem um monte de arrogante tal com o Ratinho que esconde quem é porquê sente vergonha em segredo e tal como o Silvio Santos que despreza tudo o que a vida lhe deu.
    A maioria dos ladrões não lêem esta página porquê não se interessam por leitura ou porquê são preconceituosos com autores desconhecidos, eles só ficam sabendo desta página por intermediários que lhes passam um resumo mesmo porquê também são ladrões ocupados em encomendar roubos. Mas como sempre tem gente boa na mídia e fico contente quando aparecem na tv, alguns não vejo porquê a antena da área em que moro não capta o canal deles. Esse texto é só um pouco de exercício e daqui a pouco começa um programa bom.
    O Silvio-invertido recebeu as notícias e reclamou, disse que diferente do que andei falando aqui ele não está entre os primeiros a me roubar, e até onde sei ele de fato está certo porquê conforme já falei os primeiros roubos se deram há quase duas décadas e do que eu saiba ele pegou a última fase dos roubos sendo portanto um dos primeiros a me roubar somente nesta fase recente, então desculpe aí e está feita a retificação, agora você já pode correr para dar o cu, veado velho.
    Não sou assíduo da tv, mas reparei que às vezes passam matéria como se fosse no presente quando já estão gravadas e muitas vezes há vários anos, ou ainda fazem programas que apresentados ao vivo se mesclam com cenas gravadas há vários anos como se fossem presentes, enfim, é parte do show e comecei a perceber isso quando por vezes via alguém vivo que já tinha morrido ou alguém em tal lugar quando eu sabia não estar lá. Só peço que sejam bem pontuais quando forem informar a morte de Jô Soares porquê eu quero ter o direito de comemorar em tempo real junto a todo mundo.
    Por vezes lembro de minha extinta página do Tagged na qual roubaram minhas conversas com as garotas para transformar em mídia, fico pensando: será que aquelas garotas receberam os meus recados ou eles foram desviados diretamente para as mãos de quem os roubou para transformar em mídia sem que elas tivessem a menor idéia das mensagens?, alguns desses recados eram repetidos mas outros foram feitos especialmente para elas, eram coisas bem sinceras que talvez elas nunca receberam devido a uma “apropriação indevida” (que nome chique para roubo).
    Lembrei de mais um roubo de minha pesquisa, foi durante o intervalo de uma programação, senão me engano da Globo, em que apresentaram o termo “naocontar.com” ou “contar.com” (o primeiro relacionado a desconfiança e o segundo a ambiente confiável), e poderia até ser coisa da propaganda que me roubou (ponham de novo na mídia o nome do vosso grupo para mim ver, seus insolentes calhordas!) mas neste caso acredito mais que foi providência da própria programação do momento talvez querendo que eu mudasse de canal ou, mais provável, querendo se mostrar valente para a concorrência, tenho impressão que isso foi durante um jornal bem como que foi o seu apresentador que mandou colocar isso em seu intervalo, tipo Willian Wap ou William Bonner, estou chegando perto?, vocês já tinham me roubado em outras ocasiões e quiseram mais um ponto?, será que é ponto positivo ou negativo?, é uma questão de perspectiva e então diante disso, e isso também serve para todos os demais ladrões, vejamos perspectivas: vocês têm filhos?, netos?, e se eles lerem esse texto como é que vai ficar suas relações com eles?, e se os amigos de escola ou colegas de qualquer atividade deles ler esse texto, como os tratarão?, e mais perspectivas: se minha pesquisa do Google for levantada como ficaria a vida profissional e social de vocês?, e tocando na questão particularmente para o Ratinho: como ficaria a carreira do seu filho o atual governador do Paraná Ratinho Júnior caso seja revelado que o pai dele é ladrão?, afinal o filho se elegeu em cima da imagem do pai; quanto a levantar a pesquisa isso pode ocorrer de diversos modos como por exemplo através de um encaminhamento de advogados de adversários (no caso do Ratinho poderia ser por exemplo os adversários políticos de seu filho querendo atacar o pai para atingir o filho embora nesse caso teriam de ser rápidos no oportunismo senão a Globo pode fazer na frente e… está vendo que baita dica, Globo?, não consigo deixar de ser um bom homem: se quer derrubar o SBT basta levantar minha pesquisa no Google, daí você mete o pé na bunda dos seus próprios ladrões que afinal não farão falta diante do farto catálogo de profissionais que você disponibiliza e, uma vez substituídos os ladrões por gente ética e mais talentosa que vai lhe dar muito mais lucro, você com ficha limpa detona o SBT junto com Silvio e Ratinho e, se por causa do pai cair também o Ratinho Júnior, fazer o que?, o filho não tem culpa do pai ser ladrão mas o destino tem seus agravos).
    E já que estamos fazendo sugestões filantrópicas vamos esclarecer para o bem do assunto: me dirigindo a todos os ladrões: uma vez sendo ladrões, que naturalmente nunca confiam inteiramente em ninguém e, ainda menos, em outros ladrões, suponhamos que um de vocês diante de algum motivo tal como ser despedido, inimizade, doença, vingança, desespero, adversidade, enfim, qualquer motivo forte, resolva entregar para a polícia em forma de delação premiada um ou mais ladrões, daí tudo se desmorona e vai ser ladrão entregando ladrão por delação premiada. Clareou? Se eu fosse qualquer um de vocês neste exato momento me adiantaria até à delegacia mais próxima porquê o primeiro que entregar os roubos vai virar herói e todos os demais terão de se esforçar muito para evitar que lhes chamem de covardes.
    Ninguém sabe tudo sobre o ship, e aqueles que descobrem algo logo vêem que ele vive mudando. A questão: muda o ship de princípios? Jamais, mas não estamos preparados para entender seus princípios e todo aquele que esteve foi morto pela humanidade.
    Quanto aos ets eles não se importam com o ship, sua tecnologia está acima dele. Eles liberaram o ship para ver o que humanos fariam dele e por vezes fazem a justiça que deveria ser feita por nós, já suprimiram pessoas que os piores amam para lhes ensinar mas estes nunca conseguem aprender por inteiro, os ets não vingam e apenas equilibram, incomodam-se um pouco com a sujeira no espaço sideral. O ship portanto está em mãos humanas e os ets no máximo inspiram esses humanos para bem ou para mal dependendo de qual et, mas a responsabilidade é humana. O sinal do ship foi jogado para o pessoal da mídia por teste, muitos estão reprovados e será preciso mais tragédias, cuidado com o que cai.
    Mais duas coisas:
    1 – Em Aline Rifada pegaram a idéia central de minha pesquisa, idéia nada original uma vez que eu próprio a tinha ouvido de peões quando era garoto, por fato essa mini-série ocorreu algum tempo depois que pesquisei a idéia na rede junto a outras que também foram roubadas (na época também ouvi uma a música brega que, creio, não entrou na mini-série mas com ela foi montado um vídeo para divulgar a mini-série na rede, e também pegaram músicas que eu estava ouvindo para propagandas diversas o que não me incomodou – o problema é sempre a pesquisa e, afinal, quantos estão metidos nisso?) Tenho um romance inédito sobre rifar mulher escrito quase vinte anos antes da estréia de Aline Rifada e, por acaso, alguém estaria interessado nos direitos autorais?
    2 – Em cenas de novelas como A Dona do Pedaço roubaram mais idéias de minha pesquisa que prefiro não mencionar, algumas dessas idéias vêm de obras que registrei faz tempo e que ainda não consegui lançar porquê nenhuma editora se interessou, ou seja, são idéias que não servem para publicar mas servem para roubar, e claro que não foram os autores da novela que fizeram isso de modo que eles deviam apurar a questão porquê, se deixar na mão de administradores ou do jurídico, isso não sai da gaveta.
    Alguns leitores pedem que eu publique mais e eu bem que gostaria, mas em meu tempo disponível estou muito ocupado detectando roubos para alterar os locais em que eles foram roubados nas obras antes de lançá-las, senão podem até me processar por eu roubar a mim mesmo.
    Esse é o Brasil.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: